DESENVOLVIMENTO DE PROJETO DE EDIFICAÇÃO - UM ESTUDO COMPARATIVO NAS PLATAFORMAS CAD E BIM

Lucio de Souza Campos Neto, Ana Paula Furbino Vilela Taveira, Natalia da Silva Moreau

Resumen


Diversas tecnologias são utilizadas para facilitar o processo e criação de projeto, destacando-se o CAD e o BIM. No CAD os elementos são representados através de linhas, enquanto que, no BIM os objetos são regidos por atributos e informações paramétricas, permitindo a simulação virtual da edificação. Embora o BIM seja uma inovação no processo de projeto, a maior parte dos profissionais ainda utilizam o CAD. Tendo em vista estes fatos, o objetivo desse artigo foi avaliar o diferencial ao se projetar nestas plataformas. A pesquisa foi norteada pela hipótese de que o conceito BIM apresenta vantagens e desvantagens significativas para o processo de desenvolvimento de projetos ao ser comparado com o software CAD. Para isso, um mesmo projeto foi desenvolvido em ambas as plataformas, a fim de demonstrar qual possui as melhores características no desenvolvimento e resultado final, apontando as dificuldades, facilidades, estética, leitura, manuseio, interface e ferramentas. Com a execução da metodologia proposta foi observado que cada uma possui características positivas e negativas, influenciando na escolha do software por cada profissional. Essa escolha dependerá da situação, com qual das plataformas o profissional irá se familiarizar melhor e se adaptar, além de considerar o potencial de investimento. 


Palabras clave


Software; Projeto; BIM; CAD; Tecnologia

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


(1) HIPPERT, M. A. S.; ARAÚJO, T. T. “A contribuição do BIM para a representação do ambiente construído”. In: I ENCONTRO NACIONAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ARQUITETURA E URBANISMO, 1., 2010, Rio de Janeiro. Anais em DVD-ROM... Rio de Janeiro: ANPARQ, 2010. p. 2-5, 15-19. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2015.

(2) PAIVA, R. A.; LEITE, R. M.; LIMA, M. Q. C. “CAD e BIM: Transições e reflexos no ateliê de projetos”. In: CONGRESSO DA SIGRADI, 16., 2012, Fortaleza. Proceedings. Fortaleza: Expressão gráfica e Editora, 2012. p. 229- 232.

(3) CONSTRUIR SUSTENTÁVEL. “Estudos de Eficiência da edificação e sistema BIM podem garantir economia de 30% após obra”. [S.I.], 2013. Disponível em: Acesso em: 09 out. 2015

(4) MENEZES, A. M. de et al. “O impacto da tecnologia BIM no ensino de projetos de edificações”. In: COBENGE XL CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA, 40., 2012, Pará. Anais...Pará: [s.n.], 2012. p. 1-7.

(5) ROCHA, P. J. M. “Implementação BIM num projeto de instalações de um edifício unifamiliar”. 2015. 131 f. Dissertação (Mestrado Integrado em Engenharia Civil). Departamento de Engenharia Civil, Faculdade de Engenharia Da Universidade do Porto: Porto, Portugal. 2015.

(6) SCHEER, S. et al. “Impactos do uso do sistema CAD geométrico e do uso do sistema CAD-BIM no processo de projeto em escritórios de arquitetura”. In: WORKSHOP BRASILEIRO DE GESTÃO DO PROCESSO DE PROJETOS NA CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS, 7., 2007, Curitiba. Anais em CD-ROM... Curitiba, 2007. p. 1-7. Disponível em:< http://www.cesec.ufpr.br/workshop2007/Artigo-30.pdf >. Acesso em: 10 set. 2015.

(7) CORAINI, A. L. S.; NOLLASIHN, I. M. “Curso de AutoCAD 13: Um guia para Windows e DOS”. São Paulo: Makron Books, 1995. p. 1.

(8) PLATAFORMA BIM. “Novo Software para Projetos”, Belo Horizonte, MG. N. 29, p. 21-23, ago. 2015.

(9) JUSTI, A.R. “Revit Architecture 2010”. Rio de Janeiro: Ciência Moderna Ltda., 2010. p. 1-8.

(10) AZEVEDO, O. J. M. de. “Metodologia BIM: building information modeling na direcção técnica de obras”. 2009. 114 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil, Reabilitação, Sustentabilidade e Materiais de Construção) – Escola de Engenharia, Universidade do Minho, Portugal, 2009.

(11) EASTMAN, C. et al. “Manual de Bim: Um Guia prático de Modelagem da informação da Construção para Arquitetos, Engenheiros, Gerentes, Construtores e Incorporadores”. Tradução: Cervantes Gonçalves Ayres Filho et al. Porto Alegre: Bookman, 2014. 483 p.

(12) SOUZA, L. L. A. de; AMORIN, S. R. L.; LYRIO, A. de M. “Impactos do uso do BIM em escritórios de arquitetura: oportunidades no mercado imobiliário”. Gestão & Tecnologia de Projetos, Rio de Janeiro, v. 4, n. 2, p. 50-51, nov. 2009. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/gestaodeprojetos/article/download/50958/55043 >. Acesso em: 20 set. 2015

(13) ANDRADE, M. L. V. X. de, RUSCHEL, R. C. “Interoperabilidade de aplicativos BIM usados em arquitetura por meio do formato IFC”. Gestão & Tecnologia de Projetos: Tecnologia da Informação e o projeto do edifício e da cidade, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 76-82, nov. 2009. Disponível em: . Acesso em: 15 abr. 2016.

(14) COSTA, G. C. L. R. da; FIGUEIREDO, S. H.; RIBEIRO, S. E. C. “Estudo comparativo da tecnologia CAD com a tecnologia BIM”. Revista de Ensino de Engenharia, [S.I], v. 34, n.2, p. 11- 18,jul./dez. 2015.

(15) AUTODESK. “Produtos e Suites”. [S.I.], 2016. Disponível em: Acesso em: 18 mar. 2016


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Iberoamerican Journal of Project Management (IJoPM). ISSN 2346-9161(Online). www.ijopm.org. Correo: journal.ijopm@gmail.com.

Recomendamos utilizar el navegador Google Chrome. Recomendamos o uso do navegador Google Chrome. Recommend using the Google Chrome browser.