PROPOSTA DE UM MODELO MATEMÁTICO PARA A GESTÃO DOS ESTOQUES DE MATÉRIAS-PRIMAS

Paulo Cesar Chagas Rodrigues, Fernando Augusto Silva Marins, Fernando Bernardi de Souza

Resumen


As empresas de manufatura, buscam desenvolver práticas de gestão e estabelecer estratégias produtivas que permitam minimizar os custos de estocagem e possível maximizando o ganho de produtividade. O objetivo deste artigo é de apresentar uma proposta de modelo matemático focado na gestão dos estoques de matérias-primas, desenvolvido em Excel e utilizando a ferramenta solver os quais podem ser utilizados por empresas dos mais diversos portes e podendo vir a ser uma interface entre o ERP e o APS. Com a aplicação do modelo matemático nas empresas objeto de estudo, pôde-se confrontar os resultados obtidos com o modelo e aqueles apresentados pelas empresas pesquisadas. Isso permitiu uma análise do comportamento do modelo desenvolvido e a possível influência na estratégia produtiva de cada empresa, no que diz respeito à formulação da estratégia de produção e sua influência quanto à aquisição das matérias-primas e do armazenamento dos produtos acabados. O método de pesquisa adotado foi de natureza aplicada, com uma abordagem quantitativa, com objetivo exploratório e descritivo. Os procedimentos técnicos adotados foram o levantamento bibliográfico, análise documental e modelagem matemática.

Palabras clave


Gestão da Cadeia de Suprimentos, Gestão de Estoques, Excel, modelagem matemática

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


EDALATKHAH, S. T. Theoretical and experimental investigation of impacto of automatic identification in healthcare & automotive industries in Iran. Dissertação (Mestrado em Business Administration and Social Sciences). Luleå, Sweden: LTU/TMU, 2006.

MCADAM, R.; MCCORMACK, D. Integrating business processes for global alignment and supply chain management. Business Process Management Journal, v. 7, n. 2, p.113-130, 2001.

NG, T. W.; CHUNG, W. The roles of distributor in the supply chain: push-pull boundary. International Journal of business and management. v. 3, n. 7, p 28-39, 2008.

VAN HOEK, R. I.; DIERDONCK, R. V. Postponed manufacturing supplementary to transportation services? Transportation Research Part E: Logistics and Transportation Review, v. 36, n. 3, p. 205-217, 2000.

VEROL, M. V. A. Estratégias logísticas nas empresas de telefonia celular: status e oportunidades na gestão de aparelhos. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Administração). Rio de Janeiro: IBMEC, 2006.

YANG, B.; BURNS, N. D. Implications of postponement for the supply chain. International Journal of Production Research, v. 41, n. 9, p. 2075-2090, 2003.

ZANG, C.; TAN, G. Classification of Postponement Strategies and Performance Metrics Framework. In: PACIFIC ÁSIA CONFERENCE ON INFORMATION SYSTEMS, 5., 2001. Proceedings Soul, Korea, 20- 22 june, 2001. Disponível em: . Acesso em: mar, 2010.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Iberoamerican Journal of Project Management (IJoPM). ISSN 2346-9161(Online). www.ijopm.org. Correo: journal.ijopm@gmail.com.

Recomendamos utilizar el navegador Google Chrome. Recomendamos o uso do navegador Google Chrome. Recommend using the Google Chrome browser.